FANDOM


Rede Tupi de Televisão
Tv tupi

Tipo

Rede de TV Aberta

Fundação

18 de Setembro de 1950

Extinção

18 de Julho de 1980

Fundador

Assis Chateaubriand

Pertence a

Diários Associados

Cidade de Origem

São Paulo - SP

Último Slogan

"Tupi, mais calor humano"

A Rede Tupi (conhecida como TV Tupi ou Tupi) foi a primeira emissora de televisão do Brasil e da América do Sul. Foi fundada em 18 de Setembro de 1950 por Assis Chateaubriand, dono do grupo Diários Associados.

Passado os anos, novas emissoras foram surgindo, formando a Rede Tupi de Televisão. A rede encerrou suas atividades em 16 de Julho de 1980, devido a cassação da concessão pelo Governo Brasileiro, já que enfrentava problemas administrativos e financeiros.

História

O Início

Alguns radialistas escolhidos por Assis Chateaubriand, depois de alguns meses de treinamento, se lançaram na aventura de fazer televisão no Brasil. O lançamento da TV Tupi foi solene, mesmo com equipamentos e estrutura precária.

A cerimônia de lançamento contou com a participação do Frei José Mojica, cantor mexicano. O evento contou também com Lotita Rodrigues que cantou o Hino da TV composto por Guilherme de Almeida e substituindo Hebe Camargo que não compareceu à cerimônia. Teve também o balé de Lia Marques.

No dia da primeira transmissão, uma das câmeras (havia duas) acabou quebrando, assim, o que tinha sido ensaiado com duas câmeras, teria que ser feita com uma. Uma famosa lenda sobre o acontecido era de que Chateaubriand teria atirado uma garrafa de champanhe na câmera.

A Primeira imagem a aparecer na televisão, foi a de Sônia Maria Dôrce, na época com 5 anos, caracterizada como índia, disse a seguinte frase: "Está no ar a TV no Brasil". Em seguida, a atriz Yara Lins pronunciou o prefixo da emissora: PRF-3, além de uma série de rádios que transmitiam o acontecimento.

O primeiro programa foi o TV na Taba apresentado por Homero Silva. A atração deve participações especiais de Lima Duarte, Mazzaropi, Hebe Camargo, Ivon Cury, entre outros.

Os profissionais levaram semanas para criar a programação de inauguração, porém se esqueceram manter uma programação diária. Eles tiveram apenas um dia para criar a programação do dia seguinte.

No dia seguinte, 19 de outubro, foi ao ar o primeiro telejornal da TV Brasileira, Imagens do Dia, comandado pelo radialista Ribeiro Filho. Já no dia 20, foi ao ar o primeiro humorístico, o Rancho Alegre com Mazzaropi.

Com profissionais em sua maioria oriundos do rádio e do teatro. A Tupi nos seus primeiros anos foi muito marcada pelo improviso. Um profissional podia exercer duas ou mais funções, tornando a emissora uma verdadeira escola.

No ano seguinte, em 21 de Dezembro, vai ao ar a primeira telenovela brasileira: Sua Vida me Pertence. Escrita por Walter Forster e protagonizada por ele e Vida Alves, a novela mostrou o primeiro beijo cenográfico entre os protagonistas. A novela foi produzida por uma agência de publicidade norte-americana.

No mesmo ano, se iniciavam as operações da TV Tupi do Rio de Janeiro. No ano seguinte, estreava o TV de Vanguarda, o mais importante teleteatro da TV Brasileira. revelando a primeira geração de atores e diretores. Outros programas se tornaram grandes sucessos na época, como Alô Doçura, O Céu é o Limite e Clube dos Artistas. Além do Repórter Esso repetindo o sucesso do rádio na TV.

Durante essa época, era comum ver programas que levavam os nomes dos patrocinadores como o Telenoticias Panair, Telejornal Pirelli e Sabatina Maizena.

Década de 60

Quando a TV Cultura foi lançada pelos Diários Associados no canal 2, a Tupi sofria interferência do novo canal e vice versa. Por isso, a PRF-3 mudou para o canal 4.

No mesmo ano, a Tupi decidiu transmitir ao vivo a inauguração de Brasília, em 21 de Abril. Como não havia satélites, a emissora colocou três aviões andando em círculos (dois da FAB e um da VASP). As aeronaves estavam distribuídas na rota entre São Paulo e Brasília, fazendo com que uma tivesse alcance para transmitir as ondas para outra. A imagem era captada em Brasília e transmitida para o primeiro avião, que retransmitia para o segundo, para o terceiro, que retransmitia para a antena principal da TV Tupi em São Paulo.

Nesta década, a concorrência aprimorava sua programação em busca de audiência. Ganhou destaque na programação infantil com o Clube do Capitão Aza, que entrou no ar em 1966, além da exibição de séries e desenhos. Em 1968, a emissora colocou no ar a novela Beto Rockfeller, de Bráulio Pedroso. Com pegada jovem, revolucionou a linguagem da televisão.

No mesmo ano, devido à problemas financeiros, má admnistração e falta de investimentos, a Tupi começa a perder qualidade e audiência.

Década de 70

Em 1972, começa a formação da Rede Tupi de Televisão. Houve uma certa disputa sobre quem seria a cabeça da rede. O Canal 4 Paulista, ou o canal 6 carioca. Foram duas tentativas para que as duas comandassem a rede, porém ambas não vingaram e a rixa agravou a crise da Tupi. Porém ela foi a primeira rede de TV da América Latina à ter duas cabeças geradoras. Em 1974, o decreto autorizando a criação da Rede foi assinado.

Com o passar dos anos, a crise vai piorando. A Rede Globo começa a crescer em seu domínio, fazendo a Tupi ficar cada vez mais fraca. Apesar da crise, a emissora conseguiu emplacar sucessos na dramaturgia como Mulheres da Areia, Meu Rico Português e A Viagem.

No final da década, a situação piora. Os salários se atrasam e as dividas à Previdência eram enormes. Em 1977, as novelas Éramos seis, Cinderela 77 e Um Sol Maior amargavam baixos índices de audiência. Os anunciantes saiam e o caixa ficava vazio. A Greve foi inevitável.

Os atrasos nos salários deixavam o clima tenso. Para piorar, teve o incêndio em outubro de 1978 no prédio da emissora em São Paulo, fazendo a "pioneira" ficar fora do ar por alguns minutos. O incêndio destruiu os novos equipamentos que nem chegaram a ser usados.

Em 1979, o elenco da novela O Espantalho processou a Tupi os direitos dos atores. A crise chegou à Brasilia. Muita discussão e poucas atitudes.

1980 - O Fim

A greve persistiu em 1980. A emissora fechou seu núcleo de dramaturgia dispensando centenas de funcionários e cancelando a produção e exibição das novelas Drácula, Uma História de Amor e Como Salvar Meu Casamento.

Em 16 de Julho, o Governo cassou 7 das suas 10 concessões. Minutos antes das 12h do dia 18, engenheiros do DENATEL subiram no prédio da pioneira e lacraram os transmissores, tirando do ar várias emissoras do Diários Associados.

A última emissora a sair do ar foi a TV Tupi do Rio. No dia 17 de Julho, os funcionários iniciaram uma vigília às 18h. Comandada por Jorge Perlingeiro, teve o apoio de várias personalidades, mas não adiantou. Às 12:36 do dia 18 de Julho, a emissora exibiu um VT da Visita do Papa João Paulo II ao Aterro do Flamengo. Depois, teve a leitura de Cévio Cordeiro com uma mensagem dirigida ao presidente João Figueiredo pedindo para que o canal não fosse fechado. Durante o discurso, apareciam os dizeres: "Até Breve, Telespectadores Amigos. Rede Tupi", além de imagens dos funcionários, extremamente tristes com a situação. A Frase mais marcante foi: "Nos Deixe Trabalhar".

Após isso, a Rede Tupi oficialmente encerrava suas transmissões.

Pós-Extinção

Após o fechamento da Rede, o Governo passou o ativo da emissora para empresários. Estavam na disputa várias companhias, como o Grupo Silvio Santos, Grupo Bloch, Grupo Abril, Jornal do Brasil, entre outros. A Revista Veja do Grupo Abril incomodava o Governo com críticas. Assim, em 23 de Abril de 1981, o Governo resolver passar a concessão do canal 4 de São Paulo para a TVS e a do canal 6 do Rio de Janeiro para a Rede Manchete. Em 1985, o Grupo Abril ficou com a estrutura da antiga emissora (prédio, equipamentos). O prédio se tornou sede da Abril Radiodifusão, que abrigou a MTV Brasil.

Os Diários Associados ganharam na Justiça em 1998, uma ação indenizatória contra o Governo Federal, tendo de ser indenizados pela intervenção que resultou na perda de 5 das 7 emissoras do grupo, que não enfrentavam dificuldades financeiras na época. O canal 6 do Rio, por exemplo, tinham suas contas pagas pela Super Radio Tupi do Rio, já que a Rádio e a TV faziam parte da mesma razão social. Na época, a lei previa que o governo federal teria de nomear um interventor para assumir a administração das empresas em dificuldades, mas isso valeria somente em caso de falência. O que não era o caso nem da Tupi de São Paulo, nem da Tupi do Rio, já que seus patrimônios cobriam as dívidas.

Curiosidades

  • Durante a sua existência, e até hoje, é muito comum as pessoas afirmarem que a TV Tupi foi a primeira emissora de TV da América Latina, o que não é a verdade. O primeiro canal de TV da América Latina é a XHTV - Canal 4 do México, que iniciou suas operações em 31 de Agosto de 1950, quase um mês da inauguração da Tupi (o canal atualmente se chama FOROtv). A TV Tupi na verdade, é a primeira emissora de TV da América do Sul, e a segunda da América Latina.

Logostipos

Tupi de São Paulo

  • 1951 - O Índio Tupiniquim passa a ser o logotipo da emissora. Esse logo é o mais memorável da história da emissora. O logo da Rádio Tupi na época era um índio forte e sério, considerado chato e "sem graça". Para sanar esse problema, foi criado um indiozinho criança que usava um cocar com uma antena no lugar das penas, com a proposta de dar uma identidade mais descontraída e atrair o público infantil.

Tupi do Rio

  • 1951 - O indiozinho passa a ficar dentro no número 6.
  • 1955 - A marca é mudada. O número 6 passa à ter o nome da emissora.

Rede Tupi

  • 1972 - Com criação da Rede, o seu logotipo passava a ser composto por duas linhas entrelaçadas e três esferas nas cores: vermelho, azul e verde.
  • 1977 - O Logotipo passa à ser um catavento (com estética semelhante ao logo dos Correios), porém o logo novo teve pouca aceitação e a emissora voltou a usar a logomarca anterior até 78.
  • 1978 - O logo passa à ser um logo estilizado com as cores "RGB" (mesmas cores do logo anterior)
  • 1980 - O Logo se torna monocromático e passa para dentro de uma tela de TV.
  • 1981 - O Logo ganha as cores roxo, cinza e verde.

Slogan

  • 1950-1952 - A primeira TV do Brasil. A Primeira da América Latina
  • 1951 - Rede Tupi Há 1 ano A primeira TV do Brasil. A Primeira da América Latina
  • 1955 - Rede Tupi Há 5 anos com você
  • 1956 - Seus 500, mais 500 (Ironizando o slogan das Emissoras Unidas)
  • 1960 - Rede Tupi Há 10 anos com você
  • 1963 - Pioneira em Imagem-Som, Alcance e Côr
  • 1972 - Sistema Tupicolor, vamos por mais cor na sua vida
  • 1974-1975 - Rede Tupi - 22 Emissoras colorindo o céu do Brasil
  • 1975 - Rede Tupi 25 anos - do tamanho do Brasil
  • 1974-1979 - Rede Tupi de Televisão - do tamanho do Brasil
  • 1975-1979 - Tupi, uma estação de emoções
  • 1979-1980 - Rede Tupi, mais calor humano

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória