FANDOM


Ligações Perigosas
LigaçoesPerigosas

Tipo

Minissérie

Estreia

4 de Janeiro de 2016

Último Capítulo

11 de Janeiro de 2016

Emissora

Globo

Escrita por

Manuela Dias

Direção

Denise Saraceni
Vinícius Coimbra

Nº de Capítulos

10

Ligações Perigosas foi uma minissérie exibida pela Globo entre 4 e 15 de Janeiro de 2016. Inspirada no clássico da literatura francesa "As Ligações Perigosas de Choderlos" de Laclos.

Em 10 capítulos, foi escrita por Manuela Dias, com a colaboração de Maria Helena Nascimento e Walter Daguerre, e supervisão de texto de Duca Rachid. Direção geral de Vinícius Coimbra e direção de núcleo de Denise Saraceni.

Com Selton Melo, Patrícia Pilar e Marjorie Estiano nos papéis principais.

Sinopse

Isabel D´Ávila de Alencar (Patricia Pillar) e Augusto de Valmont (Selton Mello) são dois libertinos convictos e amantes ocasionais. Ricos, elegantes, descompromissados e amorais, ocupam o tempo com eventos sociais, festas, viagens e novas conquistas. A reputação do bon vivant é conhecida na cidade. Já Isabel faz menos alarde. Ficou viúva ainda muito jovem e é admirada por estar “à frente do seu tempo”, sem desrespeitar as regras sociais de boa conduta. Discretamente, mantém uma relação de cumplicidade com Augusto há anos.

Entre quatro paredes, a dupla arquiteta planos e envolve outras pessoas em seus jogos de prazer. Querem mostrar que não são manipuláveis nem descartáveis como os outros. Até que um elemento inesperado desestabiliza essa parceria. Isabel e Augusto menosprezam os sentimentos alheios e se julgam imunes a eles. Do alto de sua arrogância, a dupla nem imagina que o amor os afetará de maneira irreversível.

Isabel é amante de Heitor Damasceno (Leopoldo Pacheco), rico comerciante que nunca se casou. Ela se diverte com a convicção de que logo será pedida em casamento. Mas a empáfia desmorona quando Heitor pede a mão da jovem (e virgem) Cecília (Alice Wegmann), sobrinha de Isabel. Ingênua e curiosa, a menina é usada pela tia para se vingar. Isabel vai fazer com que Cecília perca a virgindade antes do casamento. Para isso, conquista a confiança da sobrinha, vira sua confidente e passa a manipulá-la.

A viúva conta com a cumplicidade de Augusto, que aceita a missão, sem se importar com os sentimentos do amigo Felipe (Jesuíta Barbosa), um romântico professor de música que se apaixona por Cecília. Mas a missão não é difícil o suficiente para entreter o conquistador, que impõe a si outro desafio: seduzir Mariana (Marjorie Estiano), uma mulher casada e devota que passa uma temporada na quinta de Consuêlo (Aracy Balabanian), tia de Augusto. Distante do marido, que viaja a trabalho, e à mercê dos galanteios, Mariana passa a viver entre o dilema de resistir ou se entregar. O tormento aguça o interesse de Augusto, que se empenha cada vez mais na conquista. Tanta dedicação acaba tendo efeito inesperado. Augusto se apaixona profundamente por Mariana e acaba conhecendo o amor verdadeiro.

Enquanto Isabel e Augusto estavam setorizados entre a luxúria e a devoção, todos estavam em segurança. O amor é a força desestabilizadora que corrompe e enfraquece Augusto, Mariana, Cecília, Felipe e até a própria Isabel, incapaz de senti-lo de forma plena. As relações entre os personagens despertam sentimentos reprimidos, subvertem valores e desconstroem a imagem burguesa de uma vida guiada pela “moral” e pelos “bons costumes”.[1]

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Patrícia Pillar Isabel D'Ávila de Alencar
Selton Mello Augusto de Valmont
Marjorie Estiano Mariana de Santanna
Alice Wegmann Cecília Mata Medeiros
Jesuíta Barbosa Felipe Labarte
Leopoldo Pacheco Heitor Damasceno
Aracy Balabanian Consuelo
Renato Góes Vicente
Yanna Lavigne Júlia
Lavínia Pannunzio Iolanda Mata Medeiros
Danilo Grangheia Otávio Lemos
Alice Assef Vitória
Hanna Romanazzi Sofia
Mário José Paz Marquês D'Ávila de Alencar
Camila Amado Madre
Mario Borges Padre Anselmo
Darwin del Fabro Collete D'or (Astolfo Lemos)
Keli Freitas Emília
Isabella Santoni Isabel D'Ávila de Alencar (jovem)
Ghilherme Lobo Augusto de Valmont (jovem)

Precedentes

Em 2005, Gilberto Braga recebeu a autorização de Mário Lúcio Vaz, que era diretor-geral artístico da Globo na época, a escrever uma microssérie em 8 capítulos, baseada no livro Les liaisons dangereuses, mas sem previsão de estreia. Fábio Assunção e Malu Mader fariam os papéis principais, e a trama se passaria no Rio de Janeiro contemporâneo.

Em 2014, o projeto voltou com força, desta vez nas mãos da roteirista Manuela Dias e do diretor Vinícius Coimbra, que foi responsável por fazer pesquisas históricas para a novela Lado a Lado. Inicialmente Gabriel Braga Nunes e Débora Bloch, foram cotados para os papeis principais. Mas como eles tinham compromissos com novelas, os papéis ficaram com Selton Mello e Patrícia Pilar.

Produção

Para ambientar a história que se passava em 1928 na fictícia Vila Nova, localizada no litoral paulista, a minissérie contou com gravações em Puerto Madryn na Patagônia argentina e em Concepción del Uruguay. O Palácio Santa Cândida serviu como locação da casa da personagem de Aracy Balabanian.

No Rio de Janeiro, a Fortaleza de Santa Cruz da Barra foi usada como locação do convento onde Cecília (Alice Wegmann) e Sofia (Hanna Romanazzi) viveram. Também foram gravadas cenas no Teatro Municipal, Palácio São Clemente e Palacete Modesto Leal. Ligações Perigosas foi gravada e produzida totalmente com a tecnologia 4K (de qualidade de imagem muito superior ao Full HD).

Audiência

SEMANA SEG TER QUA QUI SEX MÉDIA SEMANAL
04/01 a 07/01/2016 23 23 22 21 20 21,8 Pontos
11/01 a 15/01/2016 22 23 24 22 23 22,8 Pontos
Média Geral 22,3 Pontos

Referências

  1. Teledramaturgia - Ligações Perigosas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória