Fandom

TVPédia Brasil

Jornal Nacional

446 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar
Jornal Nacional
JornalNacional.png

Tipo

Telejornal

Estreia

1º de Setembro de 1969

Emissora

Globo

Apresentação

Willian Bonner
Renata Vasconcelos

O Jornal Nacional (ou simplesmente JN) é o principal e mais assistido telejornal da TV Brasileira. O primeiro transmitido em rede nacional, estreou em 1º de setembro de 1969. Exibido no horário noturno, a partir das 20:30, atualmente é apresentado pro Willian Bonner e Renata Vasconcelos.

História

A história do Jornal Nacional se confunde com a própria história do Jornalismo da Rede Globo. Foi criado por Armando Nogueira, então diretor de Jornalismo da emissora. Foi o primeiro telejornal da TV Brasileira a ser exibido ao vivo em rede nacional através da Embratel. Em uma época que cada emissora era responsável pela própria programação, e para que programas gravados fossem exibidos nacionalmente, a fita tinha que viajar de avião até a região onde fica a emissora.

O nome do noticiário foi por conta de seu principal patrocinador, o Banco Nacional (e não por ser um "telejornal nacional" como muitos acreditam). A primeira edição foi ao ar às 19h15 do dia 1ª de Setembro de 1969. Cid Moreira e Hilton Gomes foram os primeiros apresentadores.

Hilton anunciou: “O Jornal Nacional da Rede Globo, um serviço de notícias integrando o Brasil novo, inaugura-se neste momento: imagem e som de todo o Brasil”. E Cid completou: “Dentro de instantes, para vocês, a grande escalada nacional de notícias”.

As primeiras notícias foram o afastamento de Costa e Silva da presidência do Brasil, que foi entregue à uma junta militar; o preço da gasolina; as obras de alargamento da Praia de Copacabana; A morte do campeão mundial dos pesos pesados Rocky Marciano e o gol de Pelé que garantiu a classificação do Brasil para a Copa de 1970, no México. No final, Cid Moreira se despediu: "É o Brasil ao vivo aí na sua casa. Boa noite".

O Jornal Nacional contava também com apresentadores próprios nas principais sucursais. Lívio Carneiro ficava em São Paulo; em Belo Horizonte, Oliveira Duarte; em Brasília, foram Heitor Ribeiro e, depois, Júlio César; e em Recife, Cícero de Moraes,

A primeira grande mudança ocorreu em 1971, Quando Hilton Gomes foi substituído por Ronaldo Rosas, que permanece na apenas um ano. No lugar dele, entrou Sérgio Chapelin,Junto com Cid, formou a dupla símbolo do JN. Permanecendo no telejornal juntos por 11 anos. Nos sábados, eles eram substituídos por Heron Domingues.

A linguagem usada no telejornal, foi criada atrair a atenção dos telespectadores de todas as partes do país. Nos primeiros anos, era anunciado na previsão do tempo, o dia ensolarado como sendo "tempo bom" e dia chuvoso como sendo "tempo ruim". Porém, como no Nordeste onde há seca, tempo com sol não significava tempo bom. Por isso os termos usados começaram a ser "dia ensolarado" ou "dia chuvoso".

As primeiras reportagens do foram feitas com filme usado no cinema, o 16mm. Já que o Videotape (VT) era usado apenas nos programas de entretenimento e dramaturgia (pois era pesado demais para ser usado na rua). A partir de 1973, passou a exibir regularmente reportagens em cores. Naquela época, a equipe do jornal era de 150 profissionais (entre editores, locutores, repórteres e cinegrafistas).

O noticiário começava a ser feito às 6h, com a definição da pauta. Definidos os assuntos, as equipes iam para a rua, munidos de uma parafernália pesada, com câmeras, microfones e luzes. De volta à redação, repórteres escreviam os textos enquanto as imagens iam sendo reveladas e seguiam para a montagem. Enquanto isso, a equipe recebia as reportagens internacionais recebidas de agências de notícias. À tarde, as sucursais transmitiam suas reportagens, por microondas. O JN deveria ficar pronto às 7h da noite.

Por volta de 1973 passa a investir em reportagens e correspondentes internassionais. Em novembro desse ano, a Globo inaugurou seu primeiro escritório fora do Brasil, em Nova York,sob a chefia de Hélio Costa. No ano seguinte, foi inaugurado o escritório em Londres.

Em 4 de junho de 1976, por conta de um incêndio na sede da Globo no Jardim Borânico, A equipe do telejornal foi imediatamente transferida para São Paulo. E ficou lá por três meses, com a chegada de novos equipamentos importados dos Estados Unidos.

O Jornal nasceu na fase mais dura do regime militar. À medida em que ganhava mais audiência, sofria mais com a censura. Diversos assuntos foram vetados na época. Em 1977, Alice-Maria, então diretora executiva da Central Globo de Jornalismo e o chefe de redação do JN, Luís Edgar de Andrade, foram intimados a depor no Dops, acusados de pertencerem ao Partido Comunista Brasileiro. Eles foram acompanhados até a delegacia pelo próprio Roberto Marinho.

Outro fato aconteceu com Sérgio Chapelin. Ao noticiar a morte de guerrilheiros na América Latina, o apresentador pigarreou, e a voz dele ficou embargada. Os agentes do Serviço Nacional de Informação acreditaram que ele estava solidário com os guerrilheiros. Mas era apenas uma gripe.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória